TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

Programas Stricto Sensu Cesmac se consolidam entre as pesquisas desenvolvidas no Brasil com nota 4 na avaliação da CAPES

Com o resultado os Mestrados Profissionais em Análise de Sistemas Ambientais, Pesquisa em Saúde, e ainda Biotecnologia em Saúde Humana e Animal, que também é doutorado, consolidam a qualidade dessa formação na IES e destacam no cenário nacional, a qualidade e importância das pesquisas produzidas em Alagoas

20/09/2022 às 10h02

O Cesmac, por meio da Coordenação Geral de Pesquisa e Pós-Graduação e da Pró-Reitoria Acadêmica Adjunta (PROAD), celebra o resultado obtido na recente avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), para os programas de mestrados e doutorados de todo o Brasil. O Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Análise de Sistemas Ambientais (PPGASA); Mestrado Profissional Pesquisa em Saúde (MPPS); e o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal (PPGBiotec), que é mestrado e doutorado, conquistaram “Nota 4” na avaliação, reforçando a qualidade das pesquisas Stricto Sensu, que estão sendo desenvolvidas na IES.

De acordo com o Relatório de Avaliação do órgão, o MPPS apresenta bons indicadores frente aos parâmetros de avaliação da área, como organização coerente e articulada na estrutura. Dentre os pontos positivos, destaca-se a articulação entre a área de concentração e as linhas de atuação e projetos de pesquisa em desenvolvimento. Destaca-se também o planejamento estratégico com o PDI da Instituição, envolvimento dos discentes e docentes no processo de autoavaliação e aplicação nas melhorias do programa. A qualidade da produção intelectual com discente é boa, com estudos de impacto loco-regional e envolvimento de empresas públicas e privadas. O corpo docente está envolvido nas atividades formativas, resultando em egressos bem inseridos no mercado de trabalho.
“O impacto positivo desse resultado se refere na sensação de um trabalho bem feito, resultado de um esforço coletivo que resultou nessa nota. Isso significa a possibilidade de crescimento científico e até pensar, de forma mais sólida, em um programa de doutorado. Representa ainda o sucesso do empenho coletivo organizado com muito profissionalismo, garra e força. Como reflexo temos ainda mais crescimento profissional, melhora de toda equipe, reforço na qualidade do mestrado para o aluno e, consequentemente, na seleção das próximas turmas, sem falar na crescente credibilidade que é gerada”, celebra a Profa. Dra. Sonia Ferreira, coordenadora do MPPS/Cesmac.

Sobre o PPGASA, o documento destaca com conceito muito bom a qualidade e adequação das teses, dissertações ou equivalente em relação às áreas de concentração e linhas de pesquisa do programa; e também da produção intelectual de discentes e egressos; destino, atuação e avaliação dos egressos do programa em relação à formação recebida. Outro ponto é a qualidade das atividades de pesquisa e da produção intelectual do corpo docente no programa; o envolvimento do corpo docente em relação às atividades de formação no programa; e ainda que as dissertações indicadas para avaliação foram avaliadas como ‘muito bom’, mostrando a importância dos trabalhos realizados pelo programa.
“Uma conquista extremamente importante, não apenas para o Cesmac, mas para o estado de Alagoas, ter programas com envergadura capaz de estar no cenário nacional entre os melhores programas de mestrados do Brasil. Um saldo que apresenta evolução, maturidade e consciência da nossa missão, enquanto programa formador de recursos humanos de qualidade. A consolidação de um programa de pós-graduação só possível quando a gente muda o cenário, avançando nesse conceito, chegando a um patamar de excelência”, destaca o Prof. Dr. Jesse Marques, coordenador do PPGASA/Cesmac.
O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal (PPGBiotec), que tem como instituição nucleadora a Universidade Estadual do Ceará - UECE e associadas, como o Cesmac, Universidade Estadual do Piauí - UESPI, Universidade Federal do Piauí – UFPI, integrando a rede para Mestrado e Doutorado, manteve a “Nota 4” na avaliação. O documento destaca com conceito muito bom os quesitos sobre proposta do programa e inserção social; perfis de formação dos docentes que caracterizam um ambiente multidisciplinar e com transversalidades importantes sob a ótica da proposta do curso e dos objetivos; além da evidência clara de intenção envolvendo estratégias e ações de inserção social, com o setor industrial de biofármacos e diversos atores da sociedade civil.

“O PPGBiotec, que agora conta também com a primeira turma de doutorado em andamento, vem se consolidando e mantendo o padrão de qualidade. É extremamente gratificante atender demandas sociais com nosso conhecimento científico, estimulando e moldando os nossos discentes que já atuam brilhantemente com anos de experiência em suas diversas áreas, dando retorno à sociedade com seu conhecimento sob a luz da ciência e tecnologia”, declara a Profa. Dra. Valesca Barreto Luz, coordenadora do PPGBiotec/Cesmac.
O processo de crescimento no desenvolvimento de pesquisas científicas no Cesmac tem o importante apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), tendo como Diretor-Presidente Fábio Guedes Gomes, que fez questão de celebrar a conquista dos resultados com as instituições. “Parabenizamos as instituições e a comunidade acadêmica envolvida nos programas de pós-graduação que subiram de conceito na avaliação da Capes”.
“Esse resultado evidencia e coroa os esforços incessantes de anos de dedicação e esmero das Coordenações dos Programas, dos professores e dos mestrandos. Um merecido reconhecimento de nossa excelência acadêmica na pesquisa científica qualificada e na formação continuada de quadros profissionais com ética e responsabilidade. Marca ainda um novo começo em nossa jornada de Pós-Graduação Stricto Sensu por uma sociedade melhor e com mais qualidade de vida através do uso e do desenvolvimento científico e tecnológico com sustentabilidade e responsabilidade social”, conclui o Prof. Dr. Giulliano Anderlini, coordenador geral de Pós-Graduação e Pesquisa no Cesmac.