TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

Engenharia Civil Cesmac integra Comitê da Bacia Hidrográfica do Pratagy pela terceira gestão consecutiva

Contribuição e atuação acontecem desde 2017 com pesquisas e fornecimento de dados, inserindo alunos através dos programas de fomento fornecidos pela IES, no âmbito da gestão, extensão e pesquisa

27/09/2021 às 14h02

O curso de Engenharia Civil do Centro Universitário Cesmac integra Comitê da Bacia Hidrográfica (CBH) do Pratagy pela terceira gestão consecutiva. A atuação nos Comitês de Bacias Hidrográficas (CBH) acontece desde 2017, com importante contribuição no campo das pesquisas e fornecimento de dados, inserindo os acadêmicos da graduação, por meio dos programas de fomento fornecidos pela Instituição, no âmbito da gestão, extensão e pesquisa. 

O curso já possui diversos trabalhos concluídos em parceria com os comitês que foram consolidados através de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) e apresentações de artigos científicos em Congressos Nacionais. A participação aconteceu por meio convite, enviado pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (SEMARH-AL), no dia 10 de maio de 2017, para o Cesmac fazer parte do processo.

A Instituição é representado pela Profa. Marianny Monteiro, que participou da eleição para composição dos membros do CBH da região hidrográfica do Pratagy. Na segunda gestão (2019-2021) a IES novamente concorreu ao cargo e se manteve como titular atuando na mesma linha de pesquisa e mais uma vez elaborou artigos científicos, atuando brilhantemente com o propósito dentro do comitê.

No último mês, o curso participou pela terceira vez consecutiva das eleições, para gestão (2021-2023) e neste ano em especial de forma remota, para concorrer a uma vaga novamente no cargo de membro da Sociedade Civil atuando no Eixo de Pesquisa. A instituição concorreu entre as duas vagas para representação das entidades civis no segmento de Pesquisa, sendo eleita como suplente.
 
 
Trajetória de Participação
 
O Cesmac participou da Reunião Plenária para eleição do CBH do Complexo Lagunar Estuarino Mundaú-Manguaba (CELMM) se candidatando à vaga para composição dos membros do comitê representado também pela Profa. Marianny Monteiro, conforme convite enviado pela SEMARH-AL. A gestão do CBH-CELMM teve vigência de 02 anos, entre os anos de 2017 e 2019. As principais ações foram voltadas à implementação e acompanhamento da Política de Recursos Hídricos com relação às regras de conduta em favor dos usos múltiplos das águas. Na primeira composição dos membros do CBH Pratagy e do CBH CELMM, nos dois comitês a Instituição concorreu entre as sete vagas para representação das entidades civis no segmento de ensino/pesquisa, e foi eleita como titular. 

Os comitês de Bacia Hidrográfica são órgão colegiado, integrado pelo poder público, sociedade civil e empresas usuárias de água, que têm por finalidade realizar a gestão descentralizada e participativa dos recursos hídricos da bacia, na perspectiva de proteger os mananciais e contribuir para o desenvolvimento sustentável.

Com isso, o curso de Engenharia Civil do Cesmac participou dos dois comitês do Estado de Alagoas durante os anos de 2017 e 2019, finalizando a atuação no CELMM, continuando até os dias atuais no CBH Pratagy. As participações são importantes para a Instituição, os cursos de graduação, especialmente de Engenharia Civil e para o Programa de Pós-Graduação em Análises de Sistemas Ambientais da IES.
No decorrer da atuação na primeira gestão do CBH do Pratagy, a Profa. Marianny participou de eventos científicos com o objetivo de adquirir conhecimento e expandir a atuação do curso. Além disso, os alunos desenvolveram pesquisas através dos programas de fomento da IES e Trabalhos de Conclusão de Curso, contribuindo para a entrega de dados científicos ao Comitê, contribuindo para a tomada de decisão do órgão.

A inserção da IES no comitê traz representação e poder de decisão sobre a gestão. Os Comitês de Bacia Hidrográfica são organismos colegiados que fazem parte do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos.  “Nós, do curso de engenharia civil, acreditamos que a continuação da atuação no comitê acarretará grandes benefícios para ambas às instituições com o centro acadêmico na elaboração e dissipação de ideias relacionadas ao ensino e pesquisa”, conclui a Profa. Roseneide Honorato, coordenadora do curso de Engenharia Civil.