TEXTO
TEXTO
+ -

Olá, seja bem vindo!

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Baixe o nosso app:

PPGBiotec CESMAC apresenta primeiras dissertações de pesquisas desenvolvidas na área de Biotecnologia

Agora, passando a ser um Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Saúde Humana e Animal, com Mestrado e Doutorado em Rede, envolvendo outras instituições do Nordeste

05/03/2020 às 14h16

O Centro Universitário CESMAC destaca mais uma importante conquista para a Instituição e seus pesquisadores. Com as primeiras defesas de dissertações do Mestrado Profissional Biotecnologia em Saúde Humana e Animal, ocorridas na última semana, veio a novidade da mudança, que o Mestrado está se transformando no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal, com a oferta de Mestrado e  Doutorado, também direcionado ao público externo.
O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia em Saúde Humana e Animal - PPG-BIOTEC tem como instituição nucleadora a Universidade Estadual do Ceará - UECE e associadas, como o Centro Universitário CESMAC, Universidade Estadual do Piauí - UESPI, Universidade Federal do Piauí – UFPI, integrando a rede para Mestrado e Doutorado.
As primeiras dissertações fruto do Mestrado apresentam estudos importantes para a área de Biotecnologia, com trabalhos voltados para beneficiar efetivamente o paciente. A aluna Rosângela Simões Gonçalves, apresentou um trabalho sobre um aplicativo móvel, denominado de “UP Glicemia”, que faz o monitoramento da glicemia em pacientes com diabetes mellitus (DM). 

Segundo a pesquisadora, que é Nutricionista, integrante da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz, e atualmente cedida para o Hospital Universitário – UFAL, onde coordena o Banco de Leite Humano, “o trabalho foi desenvolvido diante da relação da monitorização contínua da glicose com a glicemia capilar, sendo desenvolvido um aplicativo móvel para monitorização dos níveis glicêmicos por gráficos que geram as duas técnicas, incluindo a  capilar. O aplicativo é gratuito e pode ser baixado por Androide, mas que, futuramente pode ser desenvolvido  para o sistema operacional IOS. A utilização é muito fácil, com alertas e controle dos eventos diários, entre outros benefícios”, explica.
Outro estudo aborda sobre tratamento e cicatrização de úlceras venosas em membros inferiores, com o desenvolvimento de uma “Polaina ou Órtese de Compressão”. O trabalho, elaborado pela aluna do mestrado Evelin Aparecida Batista de Oliveira Calumbi, que é Fisioterapeuta, deve levar mais qualidade de vida para esse tipo de paciente, inclusive com um custo bem menor em relação ao que já é oferecido no mercado, sendo individualizado, com material lavável e de baixo custo, conseguindo se adaptar aos pacientes com pernas de desproporções tornozelo pé, pacientes obesos e com cicatrizes de úlceras antigas, melhorando a qualidade de vida desses doentes.

Para a pesquisadora, o resultado é extremamente satisfatório do ponto de vista acadêmico e para o paciente. "Como sou docente, o mestrado acrescenta muito ao currículo, sem falar na qualidade dos docentes e de todo o projeto, que me deixa muito satisfeita em ter feito e estar concluindo. Pensamos em elaborar um produto que levasse benefícios efetivos para esse público”, afirma.
Para o Dr. Guilherme Benjamin Pitta, que também é docente da Instituição e orientador das pesquisas, os estudos têm um papel fundamental para a população e para a academia. “Essas pesquisas são muito importantes pelo fato de traduzirem esses estudos impactando na melhoria da qualidade de vida das pessoas. A linha de pesquisa voltada para a tecnologia leva benefícios para pacientes, aqui possibilitando o monitoramento da glicemia de forma contínua, com isso o aplicativo consegue ter uma boa aplicabilidade no diagnóstico de possíveis picos de glicemia no paciente diabético. Sem falar na relevância do estudo que apresenta a Órtese de Compressão, uma possibilidade real e muito mais acessível para tratar e cicatrizar úlceras venosas de membros inferiores ”, explica.
Ainda sobre o aplicativo, o médico falou que facilita a introdução e avaliação de dados e promove relatórios diários e semanais. Esse processo é muito importante para médicos e nutricionistas, além do próprio paciente. Segundo ele, “Alagoas é um estado que ainda realiza muitas amputações por conta do diagnóstico e da falta de um tratamento adequado”.
A Profa. Dra. Aldenir Feitosa, coordenadora das Pesquisa Stricto Sensu, reforça, que “esse momento celebra mais um grande avanço institucional, com o CESMAC cada vez ganhando espaço de pesquisa científica e tecnológica a nível nacional, pois o nosso programa acontece em rede com o mestrado e agora também para doutorado, com vagas para a instituição e também direcionadas ao público externo. Tudo isso é resultado dos trabalhos realizados nos Mestrados em Biotecnologia, Pesquisa em Saúde e Análise de Sistemas Ambientais”, declara.
O vice-reitor Prof. Dr. Douglas Apratto Tenório, faz questão de felicitar os pesquisadores e valorizar o momento. “Parabenizamos as novas mestras e destacamos o quanto esse momento é significativo para nossa Instituição. O Mestrado em Biotecnologia é diferenciado e está mostrando a que veio, possibilitando aos profissionais de saúde ascensão na carreira e atualização nas suas áreas. Toda a reitoria está muito feliz e satisfeita com o resultado, seguindo para estar sempre inserida nos novos momentos da educação superior”, destaca.
O assessor na Vice-Presidência de Produção e Inovação em Saúde (VPPIS) da Fundação Oswaldo Cruz, integrante do quadro de docentes do Programa Acadêmico de Pós-Graduação em Pesquisa Translacional em Fármacos e Medicamentos de Farmanguinhos/Fiocruz, Prof. Dr. Jorge Costa, explica que “os cursos de especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado, são fundamentais para o crescimento. Um país só é soberano se tem ciência e tecnologia fortes, portanto nesse contexto essas pesquisas são de extrema importância”, relata. Ainda, segundo o professor doutor, essas pesquisas tendem a contribuir imensamente com a saúde pública.

As patentes tanto do aplicativo quanto da polaina foram depositadas pelo Núcleo de Inovação e Tecnologia – NIT/CESMAC, coordenado pelo Prof. João Geraldo, órgão responsável por gerir a política de propriedade intelectual e inovação tecnológica adotada pelo Centro Universitário Cesmac, e contribuir para o desenvolvimento cultural, tecnológico e social de Alagoas e do País.
A coordenadora do PPGBiotec, Profa. Dra. Valesca Barreto Luz, ressalta a importância desse momento especial para o Programa.  "Por meio da formação das novas mestras cumprimos com o objetivo de formar recursos humanos qualificados para atuar no desenvolvimento e validação de bioprodutos e bioprocessos em diferentes áreas da saúde", conclui.